Tag Qualidade

Universidade Corporativa CIGAM – Cinco anos qualificando e formando profissionais

A Universidade Corporativa CIGAM, iniciativa pioneira para o desenvolvimento e manutenção de equipes profissionais de qualidade na área de Tecnologia da Informação (TI), está completando cinco anos no dia 15 de agosto. Neste período, participaram da capacitação da UCC mais de 2 mil profissionais, entre colaboradores da rede, comunidade e clientes, em cerca de 320 mil horas de capacitações presenciais ou à distância. “Os números falam por si só, mas é preciso dizer que a UCC está para a CIGAM assim como o ensino fundamental está para um aluno que ingressa na escola. A UCC prepara as bases para o profissional e para os usuários CIGAM, garantindo atendimento qualificado e satisfação para os clientes, nosso permanente objetivo”, é o que declara Vanderlei A. Reinhart – Diretor de serviços e RH, responsável pela criação e desenvolvimento da UCC na rede CIGAM. “A UCC nasceu da necessidade de mão-de-obra qualificada na área de tecnologia, para a formação de profissionais, com base em um modelo sustentável: equipe qualificada representa mais clientes satisfeitos, mercado ampliado e geração de emprego e renda”, é o que disse Robinson Klein, Diretor de Mercado da Rede CIGAM, no dia do lançamento da UCC.

Preparar colaboradores eficientes para suprir as necessidades e demandas do mercado de TI sempre foi importante para a CIGAM. A empresa sempre investiu muito na preparação de seus funcionários e isso culminou com a criação da UCC. “A criação da Universidade ocorreu no mesmo período em que lançamos a 1ª edição do Programa de Qualificação Profissional CIGAM – PQPC. Este programa visava a qualificação de profissionais do mercado para atuarem na Rede. Através do PQPC formamos mais de 80 profissionais, sendo que 20% deles foram contratados. A criação da Universidade buscou a ampliação, fortalecimento e melhoria das soluções de educação da empresa, disseminando o conhecimento empresarial da CIGAM a todos os seus stakeholders” diz Raquel Engeroff, Coordenadora da Educação da CIGAM.

Leia mais…

O Controle da Qualidade no Desenvolvimento do ERP CIGAM

Danielle Both

Já faz muito tempo que, no âmbito das empresas de desenvolvimento de software, se vem falando em qualidade. Mas o que é qualidade? Segundo Pressman [1], a qualidade de software é a conformidade a requisitos funcionais e de desempenho explicitamente declarados, a padrões de desenvolvimento claramente documentados e a características implícitas que são esperadas de todo software profissionalmente desenvolvido. Esta definição enfatiza três pontos chave: os requisitos de software; padrões especificados; e um conjunto de requisitos implícitos.

A CIGAM ao longo destes 25 anos cresceu muito, soube aproveitar as oportunidades e se adaptar a todas as mudanças de mercado, ou seja, soube se reinventar. De melhoria em melhoria tornou-se uma empresa sólida, externa e internamente. A cada mudança, havia a preocupação com os processos, como adaptá-los às novas situações, buscando modelos de qualidade consagrados, não para conquistar a certificação, mas para garantir que se transformassem em vantagens para nossos clientes e parceiros da Rede CIGAM tornando, assim, a busca pela qualidade um processo contínuo e sustentável.

Seguindo estas premissas, podemos afirmar que ter qualidade é conseguir unir o know-how do cliente e da CIGAM no momento de especificar os requisitos de sistema e entregar ao cliente exatamente o que ele necessita, nem mais, nem menos. É este o conceito de qualidade aqui na CIGAM, mas quando amamos o que fazemos, não basta ter os conceitos, precisamos vivê-los. “Vivemos” a qualidade diariamente e entendemos que ela é mais que atender o que está detalhado no documento de levantamento de requisitos.

Para existir como Controle da Qualidade na CIGAM e agregar valor ao produto é necessário, além de atender os requisitos dos clientes, garantir a integridade do sistema como um todo e atender os objetivos e metas da empresa, ou seja, de forma alinhada com a missão, estratégia e políticas definidas por nosso planejamento estratégico.

Desta forma, uma das questões, intimamente ligada à qualidade, que norteia as ações da área de Produto e Tecnologia é a Política de Desenvolvimento CIGAM. Ela é definida anualmente e, para 2011, de acordo com a avaliação do mercado e indicadores de desempenho do produto e da empresa, os requisitos da política de desenvolvimento são: Integridade; Usabilidade; Desempenho; e Documentação. Abaixo uma imagem de divulgação da nossa política:

Garantir a integridade ganhou nova interpretação nos últimos anos, pois com as amarrações legais exigida pelos governos (municipais, estaduais e federal), a partir da centralização e digitalização de todas as informações é necessário que todas as operações da empresa estejam coesas, desde a entrada da matéria prima, até o controle de uma posição financeira e contábil, enfim, mais do que garantir a integridade dos dados, é necessário garantir a rastreabilidade de todas as operações da empresa. É esta a tônica que damos para o quesito INTEGRIDADE.

No entanto, precisamos criar rastreabilidade e manter a integridade do sistema de forma com que nosso segundo quesito da política, a USABILIDADE, não seja afetada. Isto nos faz trabalhar por soluções cuja interface seja agradável, bonita e amigável, garantindo o nosso lema “Sua vida mais fácil”. Ainda na operação do sistema, trabalhamos muito fortemente a questão DESEMPENHO, pois o que move o mundo hoje não é o fato de ser o maior, mas o de ser o mais ágil, então, é fundamental que o ERP CIGAM acompanhe isto, apresentando boa performance durante a execução de suas rotinas.

Por fim, como forma de garantir que a Rede CIGAM possa continuar crescendo e evoluindo de forma segura e sustentável, também trabalhamos o quesito DOCUMENTAÇÃO, para que o conhecimento das pessoas e as definições das funcionalidades do sistema fiquem registrados de forma adequada e possam ser consultadas quando necessário. Nos últimos anos temos evoluído muito a documentação técnica do sistema, principalmente, o manual do sistema, com destaque especial à sessão “Como fazer”, pois é com estas informações que os usuários conseguem, na prática, fazer o uso do sistema na sua plenitude, sem que para isto tenha que consultar o suporte técnico. É importante salientar que estas informações também são base para a construção dos EaDs, fornecidos para toda a Rede CIGAM a partir do Setor de Educação.

Contudo, como podemos avaliar, o primeiro desafio, e um dos maiores da equipe do Setor de Controle da Qualidade, é garantir que os requisitos definidos nesta política sejam cumpridos, pois além da responsabilidade pelo atendimento dos requisitos e pela qualidade geral do produto, o setor também é responsável pela comunicação das questões que envolvem as mudanças no ERP CIGAM, somos o elo entre todas as áreas e parceiros da Rede CIGAM.

Para não me alongar demais, falaremos sobre os processos e a Metodologia de Testes Cigam (MTC) no próximo artigo.

Até lá!

Danielle Glória Almeida Both
Coordenadora do Controle de Qualidade /Cigam Software Corporativo