CIGAM no Estado da Arte

Luis Rogério Dupont

Luis Rogério Dupont / Diretor de Produto e Tecnologia / CIGAM Corporativa

Tocar e gerenciar uma empresa não exige apenas jogo de cintura, tino empresarial e outras competências. A velocidade com que os negócios avançam – ao lado da acirrada competição de mercado – faz com que as empresas demandem novas e avançadas tecnologias. É necessário ter sempre à mão tecnologias que permitam ao administrador não perder o “time” das oportunidades e da entrega de seus produtos e serviços.

A CIGAM, desenvolvedora de sistemas de gestão empresarial comemora os 25 anos de seu sistema de gestão no Estado da Arte, e celebra a capacidade da ferramenta de desenvolvimento da Magic em garantir a entrega e compartilhamento das evoluções tecnológicas de seu ERP aos seus clientes, que podem acompanhar a crescente demanda por evoluções para a gestão dos negócios.

Tudo começou no início dos anos 90 quando a CIGAM, que ainda se chamava Abyz Informática, iniciou uma busca por ferramentas de desenvolvimento para migrar seu sistema de gestão para a plataforma Windows, numa época precedida por PCs que apenas rodavam em sistemas operacionais baseados em modo caractere, como o UNIX, DOS e outros.

Até chegar à ferramenta Magic, a equipe realizou vários testes com outros produtos e, em 1991, os sócios da empresa, Robinson Klein e Luís Rogério Dupont conheceram, em uma edição da antiga Fenasoft, a ferramenta Magic, que depois veio a se chamar eDeveloper e agora evoluiu para o uniPaaS, com capacidade para o desenvolvimento de software como serviço (SaaS) e aplicações em arquitetura SOA e BPM, mobilidade, proporcionando adesão ao Cloud Computing.

Dupont conta que os resultados dos testes realizados com a ferramenta Magic superaram todas as expectativas. “Por ela ser uma ferramenta RADD (Rapid Application Development and Deployment), sua produtividade é elevada, o que também nos permitiu manter os projetos existentes e migrá-los em um tempo muito menor que o previsto. Na época tínhamos um projeto de vários anos e conseguimos realizar a migração por módulos, iniciando pelo Financeiro, depois Faturamento, seguidos por Estoque e outros, conta.

Outra grande vantagem ressaltada por Dupont é que a ferramenta Magic garante a evolução do ERP CIGAM para atender às demandas do mercado. “Qualquer melhoria pode ser compartilhada por todos os nossos clientes e isto possibilita que as suas aplicações sejam facilmente adaptáveis às necessidades das empresas usuárias. Esta é outra maneira de garantir que os recursos do sistema acompanhem a evolução dos negócios de nossos clientes”, garante o executivo.

“Quando o CIGAM ganha uma nova funcionalidade, ela é imediatamente compartilhada com os usuários, possibilitando que as pequenas e médias empresas tenham acesso às funcionalidades e tecnologias apenas acessível às grandes empresas, elevando o nível da gestão empresarial”, ressalta Dupont.

“Além disso, a ferramenta Magic garante que o CIGAM tenha uma comunicação totalmente aderente com qualquer outro sistema, principalmente porque ela é parte integrante do iBOLT Integration Suite, também da Magic Software. Com isso, a sua integração com os sistemas e aplicações existentes ou que poderão ser adotadas, ocorrerá de modo mais fácil e eficiente. Deste modo as informações são rapidamente acessadas, sem conflitos ou erros que podem prejudicar a gestão dos negócios”, explica o executivo.

O ERP ganhou o nome CIGAM depois que a equipe da empresa percebeu que a palavra “magic” quando lida ao inverso no espelho é “cigam”. “O ERP se chamava Sistema Integrado Gerencial Administrativo Modular  – SIGAM, com “S”. Então, mudamos a primeira letra para C, de Controle e nome do produto passou a ser CIGAM. Podemos dizer que o CIGAM espelha o Magic”, brinca.

Na época da migração, a CIGAM possuía quase uma centena de clientes, que foram beneficiados pelo rápido desenvolvimento e migração da nova versão do ERP. “Hoje temos mais de 2200 clientes em todo o Brasil. O desenvolvimento de uma aplicação sempre foi muito demorado e demanda várias etapas. “Com a ferramenta da Magic praticamente todas as etapas, incluindo boa parte da análise e modelagem, são realizadas diretamente e com aproveitamento integral para a programação, o que pode significar uma redução de mais de 50% no tempo total de desenvolvimento”, destaca Dupont.

“Nestes 25 anos a ferramenta nos proporcionou avanço tecnológico muito grande, porque todas as novas versões do Magic que recebemos nos colocaram no Estado da Arte da tecnologia. Somos uma desenvolvedora de software de médio porte e pretendemos crescer em um ritmo maior a partir da nova fase que a ferramenta Magic está vivendo, a partir da sua nova versão, agora chamada uniPaaS. Nossa expectativa é atender os projetos de nossos clientes, que visam a redução de custos e melhoria em seus mecanismos de gestão dos negócios. Estamos firmes com a ferramenta Magic e sabemos que ela nos dará a capacidade de seguir em frente com os nossos planos”, afirma Dupont.

 

 

Novo Comentário