Categoria Destaques

Guia prático do ERP Cigam tem passo a passo para utilização do sistema

Os Guias Práticos do ERP Cigam são ferramentas disponíveis a todos da Rede para auxiliar aos usuários na realização de diversas funções na operação do sistema, sempre buscando tornar assim a sua vida mais fácil. Os manuais estão disponíveis através do Help OnLine e/ou do Cigam Drive (neste último exclusivos para parceiros). Estão liberados conteúdos de diversos módulos, explicando e exemplificando através de conceitos, procedimentos e imagens várias operações importantes do dia a dia das empresas. Além de ser um grande apoio aos usuários, os guias práticos também servem de ajuda a todos os colaboradores da Rede Cigam, ajudando profissionais das áreas de consultoria, suporte, educação, entre outras a expandir seus conhecimentos no nosso sistema, possibilitando um entendimento claro e rápido de como proceder em vários casos, facilitando e agilizando suas atividades e, principalmente, permitindo respostas rápidas para os clientes.

Estes recursos devem ser usados sempre que houver a necessidade de esclarecimento quanto à utilização de uma função e a realização de um processo: parametrizações, cadastros, rotinas a executar, onde acessá-las, o que informar, o que é obrigatório e qual será o resultado disso tudo. Para exemplificar a utilização do Guia Prático será escolhido o manual de Manifesto Eletrônico, disponível no Cigam Drive. Na pesquisa da conta basta digitar ‘Como Fazer’ e serão apresentados todos os manuais disponíveis, conforme imagem abaixo. Após o resultado apresentado, será escolhido o de ‘Manifesto Eletrônico’.

blogcigam1

Leia mais…

CIGAM Windows 8 Style

Como não dá mais para esconder da curiosidade de todos e considerando que já vazou e caiu na rede (o que pode ser conferido em: http://www.youtube.com/watch?v=qH0H-kAJ97k), vamos conhecer antecipadamente agora alguns detalhes sobre a nova cara do CIGAM para o novo Sistema Operacional da Microsoft.

A maturidade alcançada pelo estilo janelas até então usado em todas as versões do Windows não pode ser negada. É simples, bonita, organizada e muito funcional. Sem dúvida, a nível de máquinas desktop e laptop se tornou a melhor opção.

8

Leia mais…

Universidade Corporativa CIGAM – Cinco anos qualificando e formando profissionais

A Universidade Corporativa CIGAM, iniciativa pioneira para o desenvolvimento e manutenção de equipes profissionais de qualidade na área de Tecnologia da Informação (TI), está completando cinco anos no dia 15 de agosto. Neste período, participaram da capacitação da UCC mais de 2 mil profissionais, entre colaboradores da rede, comunidade e clientes, em cerca de 320 mil horas de capacitações presenciais ou à distância. “Os números falam por si só, mas é preciso dizer que a UCC está para a CIGAM assim como o ensino fundamental está para um aluno que ingressa na escola. A UCC prepara as bases para o profissional e para os usuários CIGAM, garantindo atendimento qualificado e satisfação para os clientes, nosso permanente objetivo”, é o que declara Vanderlei A. Reinhart – Diretor de serviços e RH, responsável pela criação e desenvolvimento da UCC na rede CIGAM. “A UCC nasceu da necessidade de mão-de-obra qualificada na área de tecnologia, para a formação de profissionais, com base em um modelo sustentável: equipe qualificada representa mais clientes satisfeitos, mercado ampliado e geração de emprego e renda”, é o que disse Robinson Klein, Diretor de Mercado da Rede CIGAM, no dia do lançamento da UCC.

Preparar colaboradores eficientes para suprir as necessidades e demandas do mercado de TI sempre foi importante para a CIGAM. A empresa sempre investiu muito na preparação de seus funcionários e isso culminou com a criação da UCC. “A criação da Universidade ocorreu no mesmo período em que lançamos a 1ª edição do Programa de Qualificação Profissional CIGAM – PQPC. Este programa visava a qualificação de profissionais do mercado para atuarem na Rede. Através do PQPC formamos mais de 80 profissionais, sendo que 20% deles foram contratados. A criação da Universidade buscou a ampliação, fortalecimento e melhoria das soluções de educação da empresa, disseminando o conhecimento empresarial da CIGAM a todos os seus stakeholders” diz Raquel Engeroff, Coordenadora da Educação da CIGAM.

Leia mais…

Boas Práticas na Atualização de Versões do ERP Cigam

A rotina de atualização do Sistema ERP CIGAM é um procedimento em constante evolução. Melhoram-se as telas, agregam-se facilidades, mas a lógica permanece a mesma:

  • Criação de Nomes Lógicos;
  • Criação de tabelas;
  • Atualização das mensagens;
  • Atualização dos componentes;
  • Validação dos Componentes;
  • Execução dos scripts;
  • Execução do CHECK LIST;
  • Importação dos arquivos de apoio.

Atualmente, possuímos um assistente que nos apoia e conduz para que estas etapas sejam respeitadas. No entanto, ainda existem algumas dúvidas relacionadas ao procedimento de atualização. Neste artigo, gostaria de compartilhar com vocês algumas dicas que facilitarão este processo:

1 – Opte sempre por atualizações especificas, disponibilizando ao ambiente apenas o componente relacionado.

Ao importar o arquivo de validação compscig.xml, selecione apenas o componente em questão. O Sistema automaticamente apresentará todos os correlatos necessários, auxiliando e garantindo que toda a solução seja disponibilizada.

Leia mais…

CIGAM com Você – No BlackBerry®

 

Manoel Frederico

Neste post anterior, abordamos alguns aspectos do uso do uniPaaS como plataforma para colocar o CIGAM em dispositivos móveis.

Neste outro, falamos a respeito de como é possível criar aplicações nativas para BlackBerry®  utilizando o uniPaaS.

Agora, que tal juntar tudo isso?

 

Você pode ter o CIGAM na palma da sua mão, onde e quando precisar!

Todas as informações do seu sistema de gestão podem ser acessadas pelo BlackBerry®. 

 

 

Sempre com você, no seu BlackBerry®:

Otimize seu processo agora, levando aos dispositivos móveis as informações críticas do seu negócios. Aproveite este recurso que já está à sua disposição.

CIGAM + uniPaaS = sua empresa nas suas mãos.

 

Manoel Frederico da Silva
P
roduct Manager & MAGIC Evangelist / Magic Software Brasil

Soluções em BlackBerry integradas com o CIGAM

 

Adriana Mota

Olá! Estou aqui para falar das facilidades que o Magic uniPaaS,  tecnologia de desenvolvimento utilizada pelo ERP CIGAM, proporciona aos seus parceiros e clientes.

Você sabia que o uniPaaS Studio está disponível para TODOS os clientes CIGAM?

E que com o uniPaaS você também pode desenvolver soluções BlackBerry integradas ao ERP?

E para tornar isso ainda mais fácil, você pode utilizar componentes e conectores disponibilizados pelo ERP, chamando funções existentes?

Assista a esta versão em português do webinar “Desenvolvendo Apps para BlackBerry em uniPaaS”, apresentado originalmente em inglês pela Magic Software Enterprises. O objetivo é facilitar a compreensão desta apresentação-tutorial, que pode até ser considerado um treinamento, para mostrar à você como é fácil e natural o desenvolvimento uniPaaS para BlackBerry. Aproveite!

 

Parte 1:

 

 Parte 2:

 

Caso tenha dúvidas sobre como ter acesso ao uniPaaS Studio, fale com o seu representante CIGAM ou pergunte à Magic Software: contato@magicsoftware.com.br ou (11) 5085-5818.

 

Adriana Mota
Comercial / Magic Software Brasil

 

Utilização de Conectores no Cigam (uniPaaS)

Tiago Endres Kochenborger

Falaremos um pouco neste artigo sobre a utilização de conectores no ERP CIGAM.  O principal objetivo da utilização de conectores é atender às necessidade dos clientes em realizar operações específicas (customizadas), mantendo um Kernel mais estável e íntegro, a partir de modificações menos constantes e menos críticas, mas no entanto, totalmente integradas e de fácil utilização. Veja mais detalhes sobre esta estratégia no artigo A Evolução do ERP CIGAM: Da nova funcionalidade à customização.

Conectores são pontos de saída para chamadas de programas externos. Estas chamadas estão espalhadas pelos programas em lugares estratégicos e são colocadas nos inícios e finais dos blocos, tais como:

 

– Programa Itens do Pedido (CG00465)

            – Task Sufix Inicio

            – Record Sufix Inicio

            – Record Sufix Fim

 

 – Lançamentos (CG00003)

            – Record Prefix Fim 

 

– Nota Fiscal Entrada (CG00843)

            – Record Prefix Inicio 

 

 – Calculo de Impostos (CG07262)

            – Task Sufix Fim

 

Sendo necessário, um novo conector é facilmente criado. Estes conectores são ativados e parametrizados por nomes lógicos.

É importante registrar que Nomes lógicos são parametrizações do sistema (Runtime UniPaaS) que definem arquivos e códigos utilizados internamente nos programas, e estão localizados no arquivo de configurações com extensão ‘.ini’. Pensando em um jeito de facilitar a interpretação dos nomes lógicos, foi criado um padrão.

Quando é necessário avaliar o comportamento do sistema sem as customizações, existe uma forma fácil de desligar todas as elas (ou somente uma). Realizar esta operação é muito simples: é necessário somente alterar o nome lógico EX_DISABLE_ALL = N para EX_DISABLE_ALL = S.  Para desligar somente uma customização específica, o processo é semelhante. Veja o exemplo abaixo para desabitar a customização que deixa visível o botão no programa de Pedidos (CG00449).

 

 – Desabilitar:

EX_CG00449PB = N

– Habilitar:

EX_CG00449PB = S

 

A possibilidade de intervenção em qualquer ponto do CIGAM traz várias vantagens para os clientes. Entre as principais está o desenvolvimento juntamente com o usuário que irá utilizá-la, deixando a sua vida ainda mais fácil, e o outro ponto são os custos reduzidos devido ao envolvimento exclusivo e específico.

Para tornar o processo ainda mais transparente, inclusive, todas as customizações possuem uma identificação especial. No ponto específico onde foi realizada alguma modificação, é introduzida a imagem ao lado, identificando na tela que é fruto de uma customização ou que possui algum tipo de customização, como campos exclusivos, por exemplo. Além de identificar a customização, ao clicar no tangran, nas customizações realizadas pela equipe da CIGAM Corporativa, é acessado o manual técnico da customização no cliente.

Outra necessidade que surgiu para ajudar a equipe de desenvolvedores de toda a Rede CIGAM, é a visualização de onde já existem conectores no ERP CIGAM. Pensando nesta necessidade foi desenvolvido um programa que lista os conectores. Este programa está disponível no FTP da CIGAM Corporativa para ser usado por todos da Rede. Abaixo um exemplo de registros de conectores em alguns pontos do sistema.

 

Na CIGAM Corporativa foi criado o setor de Customização para realizar o desenvolvimento destas necessidades dos clientes e a formatação do modelo para a Rede CIGAM, como as definições de posicionamento dos conectores, a evolução destes e o estudo de novas tecnologias para as customizações. No artigo Benefícios da unicidade e exclusividade no desenvolvimento de soluções no ERP CIGAM é apresentado um case real e alguns benefícios desta prática.

 

Tiago Endres Kochenborger
Desenvolvedor  Especialista em Customização / Cigam Software Corporativo

CIGAM acessando o iBOLT

Manoel Frederico

Anteriormente, mostramos diversos exemplos onde um fluxo de integração iBOLT pode fazer acesso direto a rotinas do CIGAM, para, por exemplo, expor uma funcionalidade do ERP (cadastro de parceiros de negócio, registro de pedidos de venda, …) como um serviço (WebService, …) dentro da organização.

Agora, vamos abordar o inverso: o ERP CIGAM acessando fluxos de integração  iBOLT, permitindo que ele possa acessar recursos e consumir serviços que existam na organização.

Em  uma arquitetura onde o CIGAM precisa atuar com outros sistemas, portais, serviços, é importante não apenas poder disponibilizar e receber dados, mas também ir atrás e capturar informações que são relevantes para as necessidades do negócio.

Vejamos neste pequeno exemplo, a chamada/acesso a um fluxo de integração iBOLT através dos conectores CIGAM.

O CIGAM pode invocar qualquer fluxo iBOLT  que possua uma trigger (que expõe o fluxo).

Existem várias, mas talvez a trigger HTTP seja a mais fácil de interfacear (neste caso).

Temos então o fluxo com uma trigger associada a um serviço HTTP, sendo que este serviço recebe um argumento de entrada: número do pedido:

 

Este fluxo irá apenas imprimir no Monitor o número do pedido recebido (para mostrar que veio informação do CIGAM) e devolver uma resposta aleatória (para mostrar que o CIGAM pode receber retornos do fluxo iBOLT):


Do lado do CIGAM usaremos o uniPaaS, que é a ferramenta necessária para construir conectores. Usaremos a função VarCurrN() para capturar dados do CIGAM, e a função HTTPGet() para invocar o fluxo iBOLT:


Depois, basta habilitar o conector no CIGAM através da definição dos nomes lógicos específicos:

Um botão foi disponibilizado na tela do para o usuário CIGAM, e quando for acionado estará acessando (invocando) um fluxo  iBOLT, que por sua vez executará a lógica nele definida.

Simples, fácil e eficiente.

Neste artigo, usamos como exemplo o conector “PB” (push button). O CIGAM disponibiliza também outros tipos, incluindo aqueles que podem ser ativados automaticamente (sem interface com o usuário). Consulte as documentações a respeito de customizações e integrações com o seu ERP CIGAM, e aproveite o máximo que o trio CIGAM, uniPaaS e iBOLT podem oferecer à sua empresa.

 

Manoel Frederico da Silva
Product Manager & MAGIC Evangelist / Magic Software Brasil

O Controle da Qualidade no Desenvolvimento do ERP CIGAM

Danielle Both

Já faz muito tempo que, no âmbito das empresas de desenvolvimento de software, se vem falando em qualidade. Mas o que é qualidade? Segundo Pressman [1], a qualidade de software é a conformidade a requisitos funcionais e de desempenho explicitamente declarados, a padrões de desenvolvimento claramente documentados e a características implícitas que são esperadas de todo software profissionalmente desenvolvido. Esta definição enfatiza três pontos chave: os requisitos de software; padrões especificados; e um conjunto de requisitos implícitos.

A CIGAM ao longo destes 25 anos cresceu muito, soube aproveitar as oportunidades e se adaptar a todas as mudanças de mercado, ou seja, soube se reinventar. De melhoria em melhoria tornou-se uma empresa sólida, externa e internamente. A cada mudança, havia a preocupação com os processos, como adaptá-los às novas situações, buscando modelos de qualidade consagrados, não para conquistar a certificação, mas para garantir que se transformassem em vantagens para nossos clientes e parceiros da Rede CIGAM tornando, assim, a busca pela qualidade um processo contínuo e sustentável.

Seguindo estas premissas, podemos afirmar que ter qualidade é conseguir unir o know-how do cliente e da CIGAM no momento de especificar os requisitos de sistema e entregar ao cliente exatamente o que ele necessita, nem mais, nem menos. É este o conceito de qualidade aqui na CIGAM, mas quando amamos o que fazemos, não basta ter os conceitos, precisamos vivê-los. “Vivemos” a qualidade diariamente e entendemos que ela é mais que atender o que está detalhado no documento de levantamento de requisitos.

Para existir como Controle da Qualidade na CIGAM e agregar valor ao produto é necessário, além de atender os requisitos dos clientes, garantir a integridade do sistema como um todo e atender os objetivos e metas da empresa, ou seja, de forma alinhada com a missão, estratégia e políticas definidas por nosso planejamento estratégico.

Desta forma, uma das questões, intimamente ligada à qualidade, que norteia as ações da área de Produto e Tecnologia é a Política de Desenvolvimento CIGAM. Ela é definida anualmente e, para 2011, de acordo com a avaliação do mercado e indicadores de desempenho do produto e da empresa, os requisitos da política de desenvolvimento são: Integridade; Usabilidade; Desempenho; e Documentação. Abaixo uma imagem de divulgação da nossa política:

Garantir a integridade ganhou nova interpretação nos últimos anos, pois com as amarrações legais exigida pelos governos (municipais, estaduais e federal), a partir da centralização e digitalização de todas as informações é necessário que todas as operações da empresa estejam coesas, desde a entrada da matéria prima, até o controle de uma posição financeira e contábil, enfim, mais do que garantir a integridade dos dados, é necessário garantir a rastreabilidade de todas as operações da empresa. É esta a tônica que damos para o quesito INTEGRIDADE.

No entanto, precisamos criar rastreabilidade e manter a integridade do sistema de forma com que nosso segundo quesito da política, a USABILIDADE, não seja afetada. Isto nos faz trabalhar por soluções cuja interface seja agradável, bonita e amigável, garantindo o nosso lema “Sua vida mais fácil”. Ainda na operação do sistema, trabalhamos muito fortemente a questão DESEMPENHO, pois o que move o mundo hoje não é o fato de ser o maior, mas o de ser o mais ágil, então, é fundamental que o ERP CIGAM acompanhe isto, apresentando boa performance durante a execução de suas rotinas.

Por fim, como forma de garantir que a Rede CIGAM possa continuar crescendo e evoluindo de forma segura e sustentável, também trabalhamos o quesito DOCUMENTAÇÃO, para que o conhecimento das pessoas e as definições das funcionalidades do sistema fiquem registrados de forma adequada e possam ser consultadas quando necessário. Nos últimos anos temos evoluído muito a documentação técnica do sistema, principalmente, o manual do sistema, com destaque especial à sessão “Como fazer”, pois é com estas informações que os usuários conseguem, na prática, fazer o uso do sistema na sua plenitude, sem que para isto tenha que consultar o suporte técnico. É importante salientar que estas informações também são base para a construção dos EaDs, fornecidos para toda a Rede CIGAM a partir do Setor de Educação.

Contudo, como podemos avaliar, o primeiro desafio, e um dos maiores da equipe do Setor de Controle da Qualidade, é garantir que os requisitos definidos nesta política sejam cumpridos, pois além da responsabilidade pelo atendimento dos requisitos e pela qualidade geral do produto, o setor também é responsável pela comunicação das questões que envolvem as mudanças no ERP CIGAM, somos o elo entre todas as áreas e parceiros da Rede CIGAM.

Para não me alongar demais, falaremos sobre os processos e a Metodologia de Testes Cigam (MTC) no próximo artigo.

Até lá!

Danielle Glória Almeida Both
Coordenadora do Controle de Qualidade /Cigam Software Corporativo